Distribuição de ódio gratuito

by - 12:00

Fotos: Reprodução/ Tumblr.

Provavelmente todo mundo já passou por isso em algum momento da sua vida, aonde as pessoas te julgam pelo o que elas acham saber da sua vida.

As pessoas não sabem um terço de tudo aquilo que tu já passou para ser o que é  hoje e ela dizem com tanta certeza que você e algo que você não é.

Hoje vivemos em uma época que a distribuição de ódio é gratuita tanto no nosso dia a dia quanto nas redes sociais.


Não é só porque a pessoa é uma "pessoa publica" que você pode achar que tem o direito de a denegrir e ofender. Você pode até achar que na internet as pessoas não tem cara, mas sim tem. Nada que um processo judicial não faça acontecer!

Eu já me deixei ferir por muito comentários sobre mim que pessoas falavam e por incrível que pareça isso não veio via internet, pelo menos isso. 
Ser taxada de gorda, horrorosa, rica, aquilo e etc..
Inclusive por pessoas que nem sabiam da minha vida por completo só aquilo que eu quisesse que soubessem.

É engraçado como o ser humano pode ser tão baixo, um dia você esta ajudando a pessoa e no outro você é um monstro. Que linha tão tênue vivemos, aonde temos que atingir expectativas na vida das pessoas mesmo que isso fira a nossa.

Eu demorei para perceber que estava vivendo em função do que as pessoas achavam de mim, do que vivendo para mim mesma.

Me chamavam de gorda, eu parava de comer para emagrecer, mas não porque não estava feliz e sim porque queria estar como as pessoas queriam. Riam do meu sorriso, eu não sorria. Me chamavam de horrorosa, eu me arrumava. 

Só que chega em um ponto que você vê que nunca é o suficiente. E pior, as pessoas não tem coragem de falar isso na sua cara, falam por trás.
  
Eu vi que não era feliz assim, não era a Ariany que sempre fui feliz e radiante, que vivia rindo e alegrando a todos ao redor.

E ai fiz a melhor coisa que tinha que fazer ligar o foda-se, não gostou de mim só lamento.

Xoxo,

You May Also Like

0 comentários